Por: Fábio Medeiros Em: 30 de Abril de 2018 Categoria: Marketing Digital Comentários: 0

Com advento da web, novas oportunidades e modelos de empresas de tecnologia surgiram, mudando o modo de se fazer negócios no mundo e conseguir alavancar as vendas.

Algumas grandes empesas de tecnologia, como o Google e o Facebook, dão aos usuários da web uma nova experiência de pesquisa de produtos e serviços, sendo esta pesquisa cada vez mais acurada.

Serviços como o Google Analytics com sua alta capacidade de elencar as visitações e os vários comportamentos das pessoas que visitam a web, inclusive localização geográfica, se serve de uma potente ferramenta para a área de marketing com as estatísticas que nos podem ser apresentadas, sendo assim, uma ferramenta importantíssima para as tomadas de decisões nas empresas.

A partir de 1998 a empresa Oingo inc., localizada em Los Angeles, desenvolveu um algoritmo de busca na web baseado no significado das palavras buscadas e seus léxicos subjacentes, o que foi chamado de wordnet.

Em 2003 a Google adquiriu a Oingo Inc., que já havia mudado seu nome para Applied Semantics, por $102 milhões de dólares. Daí vê-se o valor e a importância que há nessa tecnologia e suas potencialidades na área da comunicação.

 

Novas estratégias e ferramentas de Marketing e publicidade ganham espaço

Em 2009, o Google AdSense ofertou novas funcionalidades, como a possibilidade de ativar várias redes e exibir anúncios. No início de 2010, o Google criou um algoritmo que usa o histórico de busca das pessoas que utilizam o navegador, para assim, lhes oferecer anúncios mais direcionados, que combinam mais com suas personalidades.

Como o acesso é gratuito, favorece a quem é da área de marketing novas perspectivas de estratégias e campanhas de publicidade com um alcance muito maior que em mídias tradicionais como a televisão, revista, jornal, rádio, outdoor, telemarketing, backbus, busdoor, entre outras, com o custo baixíssimo em relação às demais.

E não é só dos serviços Google Analytics e Google AdSense que se valem os profissionais de marketing mais atualizados do mundo.

Das diversas redes sociais existentes no planeta, tais como as dez mais usadas no Brasil que se descrevem a seguir, Instagram, Twitter, LinkedIn, WhatsApp, YouTube, Snapchat, Google+, Pinterest e Facebook, são as que os profissionais do marketing mais usam.

Todas elas têm uma peculiaridade que serve a vários tipos de negócio junto a um enorme número de usuários e usuárias.

 

Para novos hábitos surgem novas estratégias

O brasileiro fica em média 3h43 navegando pelas redes. E sem sombra de dúvida, a rede que tem maior popularidade entre as pessoas que utilizam as redes sociais é o Facebook.

Segundo a agência Reuters, no mundo já são mais de dois bilhões de pessoas que utilizam Facebook ativamente por mês, e só no Brasil esse número é de cerca de 139 milhões.

Associada a esse volume de pessoas que circulam nesta rede diariamente, está o alto poder que ela tem de colher dados pessoais, de comportamentos e detecção de nichos, que ajuda a aumentar as vendas e conversões de um empresa a longo prazo.

Através de seu algoritmo, ela é capaz até de influenciar politicamente as pessoas que a utilizam, interferindo no resultado dos pleitos.

Vide o caso das eleições dos estados Unidos de 2016 onde dados de até 50 milhões de usuários e usuárias do facebook foram usados nas eleições, entre o candidato Donald Trump e a candidata Hillary Clinton.

Por conseguinte é a rede mais utilizada por empresas para promoverem seu marketing digital e atingir um maior número de vendas.

 

Como aproveitar o potencial da web para negócios?

Com todo esse potencial que a web começou a proporcionar a quem atua na área de marketing, acabou surgindo um desafio para estes profissionais,  que é as tarefa desenvolverem novos caminhos para fechar negócios junto à tecnologia.

A geração de leads, por exemplo, é o registro que capta potenciais clientes para determinados negócios, produtos ou serviços. É a função de todas as estratégias de marketing com tecnologia.

Todo trabalho de marketing digital tem como meta capturar cada vez mais leads. A produção de conteúdo ou marketing de conteúdo é uma estratégia das mais usadas.

Quando John Deere, 1895, dono de uma empresa de arado de aço forjado e de uma companhia de máquinas agrícolas fez uma revista com o nome “The Furrow“ onde não havia propagandas de seus produtos, mas sim informação para o seu público alvo como técnicas de produção, histórias pessoais de agricultores e notícias sobre o mercado, acabou se transformando em uma autoridade no assunto.

Depois a produção de conteúdo foi sendo implantada por diversas marcas de produtos e serviços ao longo das décadas seguintes. A mídia utilizada era sempre a revista.

Com as potencialidades que a web apresenta, suas redes sociais e serviços, utilizar esta técnica de produção de conteúdo faz com que as pessoas que trabalham com marketing obtenham resultados mais eficientes e eficazes hoje em dia, atraindo leads amis propensos a consumir um produto ou serviço da sua empresa.

 

Faça Inbound Marketing

Não há como trabalhar marketing mais somente de modo outbound. O modo inbound chegou pra ficar. O marketing de conteúdo dentro da web é fundamental para que as empresas captem e mantenham um diálogo focado nas necessidades de seus clientes.

Podendo monitorar suas ações e desejos de compra, tendo ainda como realizar um benchmark mais preciso e aproveitar oportunidades.

Uma pesquisa realizada pela Martech mostrou que entre as empresas de diversos setores pesquisadas, como as empresas de Engenharia, por exemplo, que aderiram ao marketing de conteúdo inbound, geraram 13x mais visitas em seus sites. 5x mais leads garantindo maior atratividade do que as que só anunciam seus produtos ou serviços e não investem em conteúdo.

O marketing está passando por uma transformação por conta da web e toda facilidade de comunicação entre empresas e clientes, a forma como consomem conteúdo, produtos e serviços, e podemos falar também os meios de mensuração de todas atividades que nela contem.

Cada vez mais marketing e tecnologia andam juntos. Não por acaso, está cada vez mais comum a integração entre Software de Gestão Empresarial e Software de automação de campanhas de marketing digital.

Marketing digital é uma das carreiras mais promissoras de 2018 segundo a revista Exame e continua sendo. Contudo a dificuldade de se encontrar profissionais qualificados nessa área é tamanha por parte das empresas.

No Brasil ainda não há nas grades regulares das faculdades cursos que ofereçam marketing digital.

O caminho das estratégias de marketing já se cruzou com o da tecnologia. Ambos vão andar juntos. Bastam as pessoas que trabalham com marketing digital se qualificarem cada vez mais e o país investir nesta educação para atingirmos maiores níveis de satisfação no relacionamento entre marcas e pessoas. A porta já está aberta.

DEIXE UM COMENTÁRIO!

Trackback URL: http://agenciamulticom.com.br/site/tecnologia-e-marketing-os-novos-rumos-das-acoes-estrategicas/trackback/